Make your own free website on Tripod.com
Voltar INÍCIO LITERATURA ACTUALIDADE EDUCAÇÃO INFORMÁTICA ARQUIVO MEMÓRIA MAPA

 

Ferreira de Castro

 

BIBLIOGRAFIA

 

José Maria Ferreira de Castro nasceu em Oliveira de Azeméis, em 24/5/1898. Devido à morte prematura do pai, quando tinha apenas 8 anos, e às dificuldades económicas, teve que emigrar para o Brasil em 1911.

Durante quatro anos trabalhou nos seringais amazónicos, em pleno período da borracha. Essa experiência permitiu-lhe escrever mais tarde aquela que é considerada a sua obra-prima - A Selva. Em seguida fixou-se em Belém do Pará. Aqui dedicou-se ao jornalismo, procurando garantir a subsistência com trabalhos braçais ocasionais. Em 1917 fundou o semanário "Portugal" e escreveu o seu primeiro romance, Criminoso por Ambição e uma peça de teatro, Alma Lusitana (1916).

Em 1919 regressou a Portugal e estabeleceu-se em Lisboa, continuando a sua actividade jornalística. Fundou a revista "A Hora" (1922) e o magazine "Civilização", este com a colaboração de Campos Monteiro (1928). Colaborou também em outras publicações: "O Século", "ABC", "O Diabo", "Imprensa Livre", "O Tempo". O desafogo económico que tinha procurado inutilmente no Brasil, também não o alcançou aqui.

Entre 1922 e 1928 publicou várias novelas que mais tarde se recusou a incluir nas "Obras Completas". As suas obras não são formalmente muito cuidadas, mas os seus romances mais conhecidos manifestam uma preocupação humanista e social, que fazem dele um precursor do neo-realismo literário.

Faleceu no Porto em 29/6/1974.


 

Bibliografia


Copyright © 1998 Jorge Santos  
Topo